Loading...

terça-feira, 15 de janeiro de 2008

VOCÊ BATE NA MADEIRA!

Atira sal por cima do ombro, bate na madeira, levanta-se da cama com o pé direito? diz “isola”, quando lhe contam algo de mal que aconteceu a outra pessoa?Tudo isto, são superstições. Há quem acredite, há quem não acredite. A verdade é que as superstições existem e, mais ou menos, fazem sempre parte do nosso dia-a-dia. Mas, o que são superstições, de onde vêm?
O QUE SÃO SUPERSTIÇÕES
O termo vem do latim superstitio, que significa “ o excesso” ou “o que resta e sobrevive de épocas passadas”. Designa, em qualquer dos casos, “o que é alheio à actualidade, o que é velho”. Na linguagem religiosa dos romanos, trata-se da observância de cultos arcaicos e populares, que não correspondem às normas da religião oficial. São milhares de gestos, reservas e actos instintivos, subjugados ao hábito, como os gestos reflexos.As superstições são parte da essência intelectual humana e estão sempre presentes na história do mundo. O aumento do padrão de vida, o domínio da máquina, etc; tudo tem o seu cunho, o seu corpo supersticioso. Quem o nega é, porque nunca assistiu à confidência reveladora. Segundo o Visconde de Santo Tirso, em 1923, “ Era supersticioso Napoleão (…) e Bismark. É livre de toda a superstição qualquer jumento, o que prova que a libertação do espírito não é incompatível com o comprimento das orelhas.” Estas são usadas como defesa, com vista a evitar males maiores, sendo os seussinais exteriores os amuletos ( dos quais falaremos mais adiante neste estudo), como adornos, jóias, etc. Este mecanismo de defesa vai até às partes mais profundas do raciocínio humano, agindo independentemente, das suas acções. Trata-se de uma questão de sobrevivência, o homem tenta explicar o que não entende. A superstições são, como os pecados. Podem dar-se através de pensamentos, palavras e acções. Fazer três pedidos ao ver uma estrela cadente, dizer “isola” ou levantar da cama com o pé direito. As superstições têm também um carácter ambivalente. Sim, porque tanto podemos estar a defendermo-nos, como até podemos projectar o mal à outra pessoa, por meio de rezas, amuletos, etc. Não se deve confundir superstição com crendice. Acreditar em bruxas, fantasmas não é superstição. Ser supersticioso consiste, em atribuir a algo, poderes maléficos ou benéficos.ESCADASEsta é uma superstição difundida, principalmente, no litoral brasileiro. “ Joaquim Nabuco não era supersticioso, mas não passava debaixo de uma escada”.Ora, a escada representa subida, elevação. Logo, quem passe por baixo de quem sobe, está a renunciar, por isso perde a sorte. Na Espanha, para além disso, as mulheres que passem debaixo de uma escada não casarão e terão má sorte.GATOSDizem as superstições que o gato, como é dos animais mais resistentes e com os reflexos mais rápidos tem sete fôlegos / vidas. Assim, quem matar um gato terá sete anos de azar. A título de curiosidade, há animais, principalmente cães e gatos, que são torturados pelo Homem. Para muitos, a explicação está nos costumes bárbaros da Antiguidade e da Idade Média, nas quais quando as mulheres eram condenadas à fogueira, classificadas de feiticeiras, os respectivos animais sofriam também este triste destino. Infelizmente, em muitos aspectos, a humanidade ainda não evoluiu, existindo ainda hoje, pessoas que cometem estas heresias com estes pobres animais indefesos. Há quem diga até, que quem pisar a cauda de um gato, não casa naquele ano.No Egipto havia o gato “mascotte” , “porte-bonheur (portador de felicidade ), entidade sagrada, protectora e símbolo do calor do sol. Seguindo esta história, resta-nos a proibição de matar o gato e admiti-lo como fonte de boa sorte. O gato preto dá sorte, quem diz o contrário revela puro preconceito. Ele é sinal de felicidade, embora o diabo, às vezes, tomasse esta forma. Em alguns países, as esposas de pescadores mantinham os animais em casa, para evitar desastres no mar. Se um funeral cruzasse com um gato, era sinal que morreria outro membro da família.Vejamos a nível mundial, como é visto este animal:
EUA
Se o animal se sentar com as patas traseiras voltadas para a fogueira, o dono terá um resfriado. Os primeiros colonos americanos acreditavam, que a sopa de gato preto curava a tuberculose. Mas, ninguém se arriscava a fazê-la !
ESCÓCIA
Parabéns ! Se aparecer um gato preto aparecer à entrada de uma casa é sinal de prosperidade.
IRLANDA
Se um gato preto cruzar o seu caminho em noite de lua cheia, significa que estão a caminho mortes por epidemia.
BRASIL
Cuidado com os gatos ciumentos, perto de crianças !
INGLATERRA
Se o gato tem riscas dá azar.Se o gato lavar a parte de trás das orelhas, vai chover.Charles I, tinha um gato preto que lhe trazia sorte. O monarca acreditava piamente nisso, que tremia só de pensar em perdê-lo. Por isso, guardava-o dia e noite. Aquando da sua morte, o rei foi preso pela oposição.
ESCANDINÁVIA
Um gato apoiado nas patas traseiras é sinal de fertilidade.
ITÁLIA
Quando um gato espirra é um bom presságio, para quem ouve.Um gato preto estendido na cama de alguém, seria sinal de morte para o dono da cama.
FRANÇA
Não se deve atravessar um rio transportando um gato.
NORMANDIA
Se vir um gato com pelagem escama-de-tartaruga, tenha cuidado. Pode haver uma morte por acidente.ISLÂNDIANo natal, deve-se vestir ao menos uma peça nova de roupa. Caso contrário, o Gato pega a pessoa.
ÍNDIA
Gato em pé, é sinal que a dona terá um filho em breve.
CHINA E JAPÃO
Crê-se, que os gatos evitam feitiços e bruxarias. Além disso, aparecendo um bichano desconhecido a sorte vai mudar.TAILÂNDIAAcreditava-se, que a alma dos mortos vivia no corpo de gatos sagrados antes de partir para a próxima vida.
GRÃ BRETANHA
Os gatos pretos trazem sorte.
YORKSHIRE
O gato preto representa sorte para o seu dono, mas dão azar a quem os encontre por acidente.
OBJECTOS
São vários os objectos vistos como possuidores de poderes maléficos ou benéficos,tais como, ferraduras, cabeças d’ alho, fitinhas, pulseiras, arruda, sal grosso, óleo, flores, copos de água, duendes, pedras, cristais, pirâmides, etc. Estes fazem parte do quotidiano das pessoas, que os têm por acreditarem nos seus poderes de cura, de afastar “mau-olhado”, trazer sorte, entre outras.Além disso, nas igrejas temos também objectos, desta vez, ligados à fé; aos quais são atribuídos poderes espirituais. Por exemplo, medalhas, crucifixos, terços, imagens de santos.
FERRADURA
Nunca ouviu, que dá sorte ter uma ferradura, por cima da porta de entrada da casa, do lado de dentro ? Esta é uma superstição cigana, povo para quem a ferradura representa esforço e trabalho. Esta é vista, como um poderoso talismã, que atrai a boa sorte, a fortuna e afasta o azar.Seja gato, seja cão. Seja preto, seja branco. O melhor é tratá-los bem, a todos. No fim, das contas… O diabo tece-as.

Raquel Moreira
Public "Correio dos Açores", 2004.

Sem comentários: